quinta-feira, 31 de maio de 2012

... Goya em Barcelona.


From 16 March to 24 June 2012 | Barcelona
It is exactly ten years since CaixaForum Barcelona first opened its doors, and to celebrate this anniversary, "la Caixa" Foundation and the Prado National Museum have organised a unique exhibition. Entitled Goya. Lights and Shadows, this show will bring ninety-six works from the Prado to the Catalan capital. The selection includes some of Goya's best-known works, including: The Parasol, Blind Man's Bluff, The Straw Manikin, The Duchess of Alba and Her Duenna and the Self-Portrait from 1815. The show also includes a large selection of court portraits, masterful and delicate pieces that contrast with the dark magic of Disasters of War and Los Caprichos and the terrible scenes depicted in La Tauromaquia and the Dreams, in which Goya's art becomes visionary and clearly ahead of its time.

quarta-feira, 30 de maio de 2012

... veja o que anda a perder a custo zero!


2ª a 6ª feira | 09:00 às 20:00 Entrada Livre
Biblioteca da FCT/UNL  (Campus de Caparica)

Em Junho… (VER http://bibliotecaunl.blogspot.pt/)

DESENHOS (exposição)
04 a 20 de Junho
Sala Estúdio

Classic American Music (Jazz)
05 de Junho, 13h


Museus Virtuais 2012 - MNAC- Museu do Chiado
05 de Junho | 14:30 | Auditório 



Cineclube
As Lágrimas Amargs de Petra von Kant
05 Junho, 17 h, Auditório


Exposição Luz/Acção (exposição)
29 de Maio | 31 de Julho
Sala de Exposições
 
Fronteiras 2012 - Novos Vinhos Portugueses
Novos Vinhos Portugueses
Prova de Vinhos e Jantar
22 de Junho de 2012 | 17h | Auditório

Moderador: José Miguel Dentinho – Jornalista e Editor de várias revistas
Convidados: Domingos Soares Franco – Administrador e enólogo da José Maria da Fonseca
Manuel Aranha – Enólogo da Fladgate Partnership, grupo que tem as casas de Vinho do Porto Croft, Taylor’s e Fonseca. António Maçanita – Enólogo, produtor dos vinhos Fita Preta e consultor de várias casas de vinho, como a Quinta de Sant’Ana, no Gradil.


ESQUECER SARAMAGO (exposição)
21 Maio de 2012| 31 Julho de 2012
Sala Multiusos




... viver sem nada ... leituras!

O Homem Sem Dinheiro
de Mark Boyle



Bertrand Editora | ISBN: 9789722523998 | 2012


Um livro surpreendente, utópico (?) e desafiante, que faz pensar sobre os nossos hábitos de vida e sobre a fragilidade do sistema. Vale a pena uma leitura atenta! 


"Estamos num ponto crucial da história. Não podemos ter carros velozes, computadores do tamanho de cartões de crédito e outros aparelhos modernos e em simultâneo dispor de ar puro, florestas abundantes, água potável fresca e um clima estável. Esta geração pode ter uma coisa ou outra, mas não ambas. A humanidade tem de fazer uma escolha. Ambas têm um preço. Parafernália ou natureza? Se se fizer a escolha errada, a próxima geração pode vir a não ter escolha". 

Sinopse 

Imagine-se a viver um ano inteiro sem dinheiro. Mark Boyle, um antigo empresário, fez precisamente isso e esta é a sua extraordinária e emocionante história. Como será que a família e os amigos reagem? O que é que se come? Onde é que se vive? Como é que isso afeta a nossa vida social e as nossas relações? Como é que nos lavamos? Neste livro marcante, Mark Boyle descobre-o da maneira mais dura e, no decorrer da sua experiência, explora as consequências problemáticas da nossa obsessão pelo dinheiro. Mark Boyle fundou o movimento mundial de Freeconomy. Graduado em Economia e antigo empresário, o seu website (justfortheloveofit.org) tornou-se um centro de partilha comunitária com mais de trinta mil membros. É colunista habitual da revista Guardian e Ethical Consumer, e tem sido apresentado nos diversos meios de comunicação social, incluindo a Sky News, BBC Radio Four, BBC Two, Daily Mirror, Daily Mail, Telegraph e The Times. 

Citações 

«Cultivo a minha própria comida, lavo no rio, criei a minha própria energia, faço os meus móveis com a minha madeira», referiu, explicando que para cada actividade teve de encontrar uma solução que não implicasse usar dinheiro. «Há já várias pessoas a fazerem o mesmo. Parece-me que cada vez mais e mais pessoas estão a viver sem dinheiro», referiu, explicando que «há dois níveis: as pessoas que vivem sem dinheiro nenhum e as que criam condições para viver com o mínimo dinheiro possível». 

terça-feira, 22 de maio de 2012

... retratos poderosos!


Link to Lucian Freud Portraits home page
 
Link to Lucian Freud Portraits home page 
National Portrait Gallery (London)

'I've always wanted to create drama in my pictures, which is why I paint people. It's people who have brought drama to pictures from the beginning. The simplest human gestures tell stories.'
Lucian Freud
Lucian Freud (1922 –2011) was one of the most important and influential artists of his generation. Paintings of people were central to his work and this major exhibition, spanning over seventy years, is the first to focus on his portraiture.
Produced in close collaboration with the late Lucian Freud, the exhibition concentrates on particular periods and groups of sitters which illustrate Freud's stylistic development and technical virtuosity. Insightful paintings of the artist's lovers, friends and family, referred to by the artist as the 'people in my life', will demonstrate the psychological drama and unrelenting observational intensity of his work.
Featuring 130 works from museums and private collections throughout the world, some of which have never been seen before, this is an unmissable opportunity to experience the work of one of the world's greatest artists. (NPG webpage)

SARAMAGO na NOVA - Campus de Caparica

uma exposição / uma instalação / uma performance
carregar em cada painel para melhor visualização



domingo, 20 de maio de 2012

Quadro de Honra...


Em nome da Arte, da Ciência e da Cultura
Prémio Pessoa | 25 anos

2011 Eduardo Lourenço

A sabedoria tranquila...
No discurso de aceitação falou de muitos “pessoanos”: Agustina Bessa-Luís, António Tabucchi, Adolfo Casais Monteiro e João Gaspar Simões
Ouvi-o na sexta-feira passada na inauguração do 1º Encontro de Literatura Comtemporânea, Reitoria da UNL. Sábias palavras: "económicas", rigorosas, de um pessimismo realista sobre a Europa e do momento actual. 




Uma lista que nos honra e deixa a pensar nos valores portugueses tantas vezes substimados...

2010 M. do Carmo Fonseca
2009 D. Manuel Clemente
2008 Carrilho da Graça
2007 Irene F. Pimentel
2006 António Câmara
2005 Luís Miguel Cintra
2004 Mário Cláudio
2003 J. J. Gomes Canotilho
2002 M. Sobrinho Simões
2001 J. Bérnard da Costa
2000 Emanuel Nunes
1999 J. Manuel Rodrigues / Manuel Alegre
1998 E. Souto Moura
1997 José Cardoso Pires
1996 João Lobo Antunes
1995 Vasco Graça Moura
1994 Herberto Helder
1993 Fernando Gil
1992 Hanan e António Damásio
1991 Cláudio Torres
1990 Menez
1989 Maria João Pires
1988 A. Ramos Rosa
1987 José Matoso


sábado, 19 de maio de 2012

... lágrimas são sete!


Um belíssimo disco
EN TUS BRAZOS UNA NOCHE | SETE LÁGRIMAS 
Ensemble Associado da Temporada CCB - 28 Abr 2012 

- Concerto de lançamento 
Filipe Faria voz e direcção
 
Sérgio Peixoto voz e direcção
Pedro Castro flautas | Inês Moz Caldas flautas
 | Sofia Diniz viola | Tiago Matias, vihuela, tiorba e guitarra barroca 

Ideia, conceito e arranjos de Filipe Faria e Sérgio Peixoto, excepto Salió a la fuente Jacinta por Sofia Diniz, Oscurece las montañas por Pedro Castro e De la hermosura de Filis por Tiago Matias. 

Romances e Canções de Manuel Machado (c. 1590-1646) A ti digo, ampo de fuego 
| En tus brazos una noche  | De la hermosura de Filis 
Bien podéis, corazón mío 
| Paso a paso, empeños míos 
| Oscurece las montañas  | 
Fuése Lisardo del valle 
| Mi cansado sufrimiento 
| Salió al prado de su aldea 
| Salió a la fuente Jacinta 
| A la sombra de un peñasco | 
Qué entonadilla que estaba 
| Afuera, afuera 
| Avejuela que al jazmín 
| Dos estrellas le siguen 



O projecto “En tus brazos una noche” do Sete Lágrimas homenageia a arte musical portuguesa - do passado e do presente - através dos Romances e Canções seiscentistas sobreviventes do compositor português Manuel Machado (Lisboa, c.1590 - Madrid, 1646).
"En tus brazos una noche" inspira-se numa obra de grande beleza retórica de enorme valor e em parte desconhecida. A "portugalidade" da “poesia” de Machado é posta em diálogo, por este consort, com aspectos de um iberismo universalista que é espelho da história de vida do seu compositor. Natural de Lisboa e discípulo de Duarte Lobo, o talento de execução que Machado manifestava em vários instrumentos valeu-lhe a nomeação de músico da Capela Real de Filipe III de Espanha, II de Portugal. Muda-se, em 1610, para Madrid juntando-se ao pai, o harpista Lope Machado. Em 10 de Agosto de 1642 foi distinguido "pelos seus longos anos de serviço e pelos de seu pai". Sete Lágrimas volta a explorar o diálogo entre a ancestralidade e a contemporaneidade do discurso musical e a colocar, no "moinho" da memória, as fronteiras entre a música erudita e as tradições seculares para que resultem novas sonoridades. 


FNAC 13 euros

quarta-feira, 16 de maio de 2012

... ponha côr na sua vida!


ColorAdd: A Color Coding System

O designer português Miguel Neiva desenvolveu um sistema para códigos de côr, designado por ColorAdd (http://www.colblindor.com/2010/01/13/coloradd-a-color-coding-system/) para ajudar daltónicos (color blind) em todo o mundo.
ColorAdd formas de cores básicas

Sistema baseado em três formas “de côr” básicas representando as cores primárias azul, amarelo, vermelho e duas formas para preto e branco. Misturando estes grafismos, da mesma forma que se misturam cores, podem ser obtidas 21 cores, escuras e claras.


21 Códigos básicos para as cores no ColorAdd


Mais cores

Vale a pena a ver apresentações do designer português

TEDx Oporto Março 2011:
animação feita pela Universidade de Arquitetura de Buenos Aires:

Muitas aplicações potenciais em educação, hospitais, transportes, etc, enfim... ajudando o dia a dia dos daltónicos. Uma proposta desafiante e interessante. 

Color ADD essentials | free book
http://www.colblindor.com/color-blind-essentials/

terça-feira, 15 de maio de 2012

... lá longe no alto!

Em Penha Garcia, perto de Monsanto - a aldeia portuguesa "mais portuguesa".
Fim de semana com amigos. Calmo. No alto do monte, num ninho de águias.
Bom voltar a estar nesse coração de Portugal, quase espanhol...
Rochas, ravinas e líquenes (que são arte)...
Dureza que acolhe...
Quem não conhece...ir! Quem conhece... voltar!


segunda-feira, 14 de maio de 2012

... Sassetti, "o músico que buscava o silêncio"



              Bernardo Sassetti em Lisboa, 2005 
           (Foto: Pedro Cunha)
           
O pianista e compositor morreu aos 41 anos, a fotografar nas rochas do Guincho. 

Sassetti, Burmester e Laginha tocaram em 3 pianos no CCB este ano. O último contacto do público com um grande músico. 
Uma grande perda.



Depoimentos
Mário Laginha, pianista e compositor: “Eu perdi um amigo, mas todos perdemos um músico portentoso, com um talento imenso que transbordava a todos os momentos, em todos os géneros. O Bernardo era um ser humano incrível e, como músico e compositor não tinha pontos fracos. Tudo nele era de uma grande riqueza: a melodia, a harmonia, o ritmo, a espontaneidade, a inspiração no acto de compor e de improvisar. O defeito dele era ter tantos talentos. 

Estar em palco com o Bernardo era incrível. A única certeza que tínhamos ao entrar era a de que não havia certeza nenhuma. Nada era igual quando ele se sentava ao piano. Fizemos três discos juntos e eu não consigo escolher um. Era um amigo especial, um músico especial.”



Pedro Burmester, pianista: “O Bernardo não morre”. Era uma daquelas “pessoas raras que conhecem e sentem muitos mistérios do mundo”. “Em cada palavra, acto e, de uma forma esmagadora, na sua música e no seu tocar piano o Bernardo dizia coisas que mais ninguém disse nem voltará a dizer.” “É uma perda irreparável.” “É um músico imortal.”


(by Tiago Morais Morgado)

In this short simple and spontaneous work of audio re-engeneering and visuals work, I would like to honestly honour the memory of one of the greatest portuguese musicians of all time, Bernardo Sassetti. This amazing musician who left us 10 may 2012. The original song is a soundtrack for the movie alice, and features a language which I would consider to be inbetween Ryuichi Sakamoto and philipp glass. in terms of audio re-engeneering, I made parallel multiband limiting, parallel eq, and sub-harmonics, boost, overall limiting, and a bit of auxiliary reverberation. I did the visuals with quartz composer trying to approach the raster noton visuals aesthetic, because I think the aesthetic plan of the song, has something to do with the impressions that I take from alva noto with Ryuichi Sakamoto, although in terms of approach it's technically different.

about Bernardo Sassetti
Bernardo Sassetti (24 June 1970 - 10 May 2012) was a Portuguese jazz pianist and film composer. Sassetti was born in Lisbon. He was a great-grandson of Sidónio Pais, President of the First Republic. He initially played guitar, then began studying piano and music theory at age nine. He became interested in jazz after hearing Bill Evans. By the late 1980s, he was backing visiting musicians and teaching jazz piano in Lisbon (and, later, taught throughout other lusophonic areas). During the 1990s, he worked in London, where he recorded three albums with Guy Barker's group. His 2006 album Unreal: Sidewalk Cartoon received a four-star rating (of a possible four) in The Penguin Guide to Jazz (9th ed.),and was selected for The Penguin Jazz Guide: The History of the Music in the 1000 Best. In addition to his jazz work, Sassetti has composed numerous film scores. He has also acted in films, for example appearing as a member of the Napoli Jazz Sextet in The Talented Mr. Ripley. Bernardo Sassetti was married to actress Beatriz Batarda, with whom he had two daughters.

Discography
Ao vivo no Guimarães jazz; Dundumbanza; Tibiri tabara; Impressões and Olhar; Passagem; What love is; Ecos de África; Sons do Brasil; Mundos; Fragments (Of Cinematic Illusion); Entropé; 4 Movimentos Soltos
Nocturno, Bernardo Sassetti Trio, 2002, Clean Feed
Indigo, Piano solo, 2002, Clean Feed
Ascent, Trio2, with bass, drums, vibes and cello, 2005
Unreal: Sidewalk Cartoon, 2006, Clean Feed[8]
Motion, Bernardo Sassetti Trio, 2010

Second Life (2009) Composer (filming)
Os Grandes Portugueses (2007) (TV) .... Himself
Antes de Amanhã (2007) Composer
98 Octanas (2006) Composer
Alice (2005) Composer
A Costa dos Murmúrios (2004) Composer
O Milagre segundo Salomé (2004) Composer
Maria E as Outras (2004) Composer
Quaresma (2003) Composer
Aniversário (2000) (TV) Composer
Facas e Anjos (2000) (TV) Composer
O Segredo (2000) Composer
As Terças da Bailarina Gorda (2000) Composer
Maria do Mar (1930) (2000) Composer
The Talented Mr. Ripley (1999) -- Pianist (Napoli Jazz Sextet)
Mundo VIP (2 episodes, Show nº 12 and Show nº 197, 1996-2000) -- Himself








terça-feira, 8 de maio de 2012

... de volta!

Desculpem a ausência... e problemas de acesso ao blog.
Uns dias no Porto (trabalho e algum lazer!).
A cidade invicta sempre surpreendente.

Pedra e Metal. Novas propostas.
http://www.saomamede.com/eventos.php
Os escultores Rui Matos e Vitor Ribeiro 
expõem na Galeria S. Mamede,


em frente ao Palácio de Cristal (Pavilhão Rosa Mota) onde decorre a BOOK Stock FairAté 26 de Maio. Bons preços, boas compras e muitos eventos.









Uma foto noturna debaixo da Ponte da Arrábida
LEME Cam iPhone4S (JM)